Projetos e Atividades

Composteira

14

Integrantes mostrando nossa compostagem!

Nossa composteira foi implantada em 2012 com a intenção de reduzir a quantidade de resíduos orgânicos que eram destinados ao lixo comum no IB-USP. Ela está no Jardim do Sobre-as-Ondas, onde os resíduos orgânicos são trazidos das copas dos departamentos do IB, triados e colocados na composteira. Desde então, já foram compostados mais de 4 toneladas de resíduo.

 

Campanha de Arrecadação de Brinquedos

IMG-20151028-WA0015

Integrantes na campanha de 2016!

A campanha de arrecadação de brinquedos feita pela CAMBIO teve início em 2012 e continua a ocorrer atualmente. A arrecadação é realizada no Instituto de Biociências da Universidade de São Paulo (IB-USP). A cada ano, a campanha é feita de forma diferente: por vezes adotando uma abordagem de conscientização e por vezes, de coleta.

Campanha de Agasalhos

IMG_0723

Triagem na campanha de 2014!

Todos os anos realizamos campanhas de Agasalhos no Centro Didático do IB. Já enviamos o material arrecadado para várias ONGs, alguns abrigos e para a Aldeia do Pico do Jaraguá (Tekoa Pyau). Assim como a campanha de brinquedos, esta também é feita de diversas formas, trazendo para si conceitos da Educação Ambiental Crítica também, fugindo um pouco da abordagem puramente assistencialista.

 

Campanha de Coleta de Resíduos de Telefonia & Informática

8

Entrega na campanha de 2012

Na campanha de arrecadação de resíduos de telefonia e informática buscamos conscientizar  a comunidade IB-USP sobre as peculiaridades  desse tipo de resíduo. Por ter uma constituição complexa, esses materiais não podem ser descartados no lixo comum, exige uma preparação prévia, que pode incluir neutralização de rejeitos químicos por órgãos especializados. A USP conta com um centro de direcionamento de resíduos, o CEDIR.

 

Arrecadação de Ração

retrospectiva cambio 2016

Entrega da Campanha de 2016

A cada ano uma nova campanha é planejada. Ao de 2016, através de coleta no Instituto de Biociências, arrecadamos mais de 160 Kg de ração! Além disso, ao decorrer do ano, vendemos rifas que disponibilizaram aproximadamente R$ 170, que foram convertidos em alimento para os animais carentes da Aldeia do Jaraguá (Tekoa Pyau).

Aldeias Tekoa Pyau e Tekoa Ytu no Pico do Jaraguá

tekoa-pyau-pk-e-stanley-mar-20141.jpg

Construção de horta na aldeia, 2014

As aldeias Tekoa Pyau e Tekoa Ytu, ambas pertencentes à etnia Guarani Mbyá, localizam-se na região do Pico do Jaraguá, próximo ao Parque Estadual do Jaraguá. São essas duas aldeias, hoje, nossos campos de atuação, como membros da Comissão Ambiental da Biologia da USP, para os devidos projetos socioambientais.  Procuramos manter o contato com as aldeias e fornecer auxílio com as questões socioambientais à partir de soluções sustentáveis. Tentamos unir os demais projetos como compostagem e arrecadações para um melhor auxílio à terra indígena do Jaraguá, assim como procuramos articular ações com outros grupos atuantes nas aldeias para juntarmos forças formando um coletivo mais forte.

Feira de Livros

III Feira de Troca de Livros Ago.15 (7)

Participantes da terceira Feira do Livro, 2015

A Feira de troca de livros acontece desde 2014 e chegou em 2016 na sua quinta edição! Com um sistema de entrega e coleta, incentivamos a troca de livros entre os alunos, funcionários e professores do IB. Desse modo, as pessoas têm a chance de doar histórias que ficariam paradas nas estantes de casa e trocar por novas.

Bio na Rua & Bio na Remo

retrospectiva cambio 2016 (1)

Integrante Priscila no Bio na Remo de 2016!

O Bio na Rua é um projeto de extensão organizado por estudantes de biologia. Em São Paulo, o evento acontece anualmente desde 2009,  em algum local público da cidade (além da comunidade São Remo, vizinha da USP). Inspirado pelo BnR da UFSC (início em 2000), procura divulgar e ensinar conteúdos relacionados com Ciências Biológicas. A CAMBIO participa desde 2011, buscando conscientizar o público, principalmente, sobre problemas ambientais cotidianos.

Semana do Meio Ambiente

A Cambio realiza a Semana do Meio Ambiente em parceria com a CCEx-IB (Comissão de Cultura e Extensão do Instituto de Biociências) desde 2015. A Semana do Meio Ambiente de 2016 foi pensada a partir de uma reflexão dos integrantes da Cambio, levando a uma frase que norteou os eventos da Semana:  Para Onde Caminhamos?“. Neste ano, o evento cresceu muito e contou com uma programação extensa, com duração de uma semana, no mês de junho.

Participação na Semana Temática da Biologia

Pela primeira vez, em 2016, a CAMBIO participou do evento Semana Temática da Biologia, que ocorre no início de Outubro, juntamente à outras entidades de Extensão Universitária do Instituto de Biociências. Realizamos duas atividades: oficina de horta vertical e roda de conversa sobre vegetarianismo. A participação entre grupos de extensão vem com o intuito de fortalecer a divulgação científica.

Dia da Árvore

IMG-20161222-WA0005

Participantes da Oficina de Tinta de Solo, 2016

Comemorado no dia 21 de Setembro, o dia da árvore foi celebrado em algumas ocasiões no IB através de oficinas sustentáveis realizadas pela CAMBIO, à convite da Comissão de Cultura e Extensão Universitária (CCEx) do IB. Já foram realizadas oficinas de sabão feito a partir de óleo de cozinha usado (2013) e tinta de solo (2016).

 

 

Fora Copos

O projeto Fora Copos começou a ser idealizado em 2009, mas tomou forma somente em 2014 e tem como objetivo final a conscientização sobre o uso e descarte de resíduos sólidos na USP, principalmente acerca do copos plásticos descartáveis usados em grande quantidade nos RU’s (Restaurantes Universitários). Também visamos a retirada destes copos dos RU’s e que sejam substituídos por canecas reutilizáveis, laváveis e de uso próprio. Essa substituição seria antecedida e também acompanhada por campanhas de conscientização e educação ambiental.

ApliCAMBIO

retrospectiva cambio 2016 (2)

Integrantes Gabriela e João, no VI ENEBIO

A CAMBIO também busca desenvolver pesquisas científicas sobre assuntos relacionados aos temas de nossos projetos. Nosso empenho em pesquisa é algo recente e é pensado como um esforço para nos aproximar de outras áreas do conhecimento, e validar nossas práticas de educação ambiental. O primeiro fruto da nossa prática de pesquisa foi um relato de experiência que foi apresentado no VI ENEBIO (Encontro Nacional de Ensino de Biologia, 2016) realizado em Maringá-PR.

Coleta de Lacres

retrospectiva cambio 2016 (4)

Exemplo de galões preenchidos com lacres, recolhidos no Instituto de Biociências em 2016.

A campanha permanente de arrecadação de lacres da CAMBIO surgiu em 2014. Ela consiste em arrecadar lacres de latas de alumínio no Instituto de Biociências da USP através de galões plásticos, que são destinados à instituições ou ONGs. Estas os vendem para cooperativas de reciclagem, lucrando com o compromisso de investir em projetos específicos, como a doação de cadeiras de rodas.  Durante o primeiro ano de campanha, os 5,5 kg de lacres arrecadados foram enviados para o Hospital de Câncer de Barretos (https://www.hcancerbarretos.com.br/institucional/nossos-projetos), no interior de São Paulo. No primeiro semestre de 2016, foram enviados 4,4 Kg de lacres para a ONG Fazer o Bem Transforma (http://www.fazerobemtransforma.com.br/), nosso destino atual.

Coleta de Esponjas

retrospectiva cambio 2016 (5)

Algumas das esponjas coletadas em 2016

A campanha de coleta de esponjas no Instituto de Biociências da USP começou em 2015, inicialmente em parceria com a Bio Jr (Empresa Júnior do Instituto de Biociências). O projeto consiste em arrecadarmos esponjas usadas e destiná-las para o Programa Nacional de Reciclagem de Esponjas Scotch-Brite. As esponjas coletadas geram um valor em dinheiro, pela plataforma Terra-Cycle, que é doado para ONGs e instituições de nossa escolha. Ou seja, cada lote de esponjas enviado é convertido num valor de doação a ser feito.

Textos no RNAm

A CAMBIO tem como costume publicar pelo menos um texto a cada edição do RNAm, o jornal informativo do IB. Em sua maior parte, são centrados no tema sustentabilidade, mas já escrevemos sobre a aldeia Tekoa Piyau, onde atuamos, e sobre a problemática das ilhas de lixo, na mais recente publicação do jornal. Textos no RNAm

 

 

 

Tem sugestões de novos projetos e atividades? Mande para nós por email ou pelo facebook, na nossa página de contato. Ficaremos muito felizes em receber sua sugestão. 😀

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s